domingo, 31 de outubro de 2010


 Campanha Nacional pela Reabilitação Urbana do Bloco de Esquerda. Mural da Praça da Alegria - Lisboa.


"APESAR de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado. A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros, um valor bastante acima do seu vencimento como vereador. A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado – técnico superior de 1ª classe, segundo o «Diário da República» – apesar de as suas habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade. A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país em que a idade de reforma (para os que são menos iguais) é de 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social… O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro.Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro. Triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um ordenado líquido de 4000 euros mensais. Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril".

Nos-sela, Via Aventar.

sábado, 30 de outubro de 2010

Ajuda de Berço em dificuldades.


A Associação de apoio a crianças desfavorecidas  "Ajuda de Berço" atravessa dificuldades de sustentabilidade em alguns dos seus centros de apoio, prevendo-se o encerramento de pelo menos um. Isto porque o governo até a este tipo de associações cortou o financiamento. É caso para lembra a palavra de ordem do Bloco de Esquerda: "E os Bancos porque não pagam"?
.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010



O Conselho de Estado é um órgão político de consulta do Presidente da República. O Presidente da República é o Presidente de todos os portugueses. Não há nenhum comunista, nem sequer alguém à Esquerda do PS, no Conselho de Estado.

Há aqui alguma coisa que não bate certo. Se a função do Conselho de Estado é aconselhar o Presidente da República e ele é o Presidente de todos os portugueses, não deveria o Presidente da República querer ouvir todos os portugueses através dos Conselheiros de Estado?

É que, para além daqueles que têm lugar por inerência ou porque ocuparam cargos no passado, há «cinco cidadãos designados pelo Presidente da República». E sendo assim, repito a pergunta: Se a função do Conselho de Estado é aconselhar o Presidente da República e ele é o Presidente de todos os portugueses, não deveria o Presidente da República querer ouvir todos os portugueses através dos Conselheiros de Estado?

Se calhar não. Porque aquilo que um comunista ou um bloquista teriam para dizer não é conveniente para o poder instalado. Não é conveniente para o «centrão». Não interessa a quem desgoverna o país. Não interessa a Cavaco.
.
Ricardo Santos Pinto, Aventar.
.


Pagar salários reduz a competitividade!

O patronato português encontrou uma saída para a sua crise: o esmagamento dos custos do trabalho. Eis a definição de competitividade de uma burguesia habituada a viver de rendas e negócios estatais.

.
APROVADO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA A PROPOSTA DO BLOCO DE ESQUERDA PARA ORÇAMENTO DE BASE DE ZERO.


Francisco Louçã intervém Sobre a proposta bloquista do Orçamento de Base Zero.

Consulte Aqui o Projecto de diploma.
.

Nova sondagem dá 12% ao Bloco de Esquerda.
Ver aqui .

Uma equipa de luxo!



Estes senhores são os responsáveis pelo maior marasmo e falta de dinamismo registado nos últimos anos na freguesia de Marvila. Ei-los: a galeria dos ilustres senhores gestores políticos da segunda maior freguesia de Lisboa. Eis aqui meus senhores a verdadeira elite do PS Marvila. Aqueles que localmente gerem os recursos públicos. Digam lá se não são um miminho!  

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Sondagem Marktest /TSF/Diário Económico.

De acordo com o barómetro TSF/D. Económico hoje divulgado "o Bloco de Esquerda assume o terceiro lugar entre as forças políticas portuguesas ao subir três pontos para os 10 por cento, cerca de mais dois  pontos que PCP e CDS-PP, que se encontram na casa dos oito por cento" (aqui).

Orçamento Participativo: animais em cativeiro.


O povo considera-o uma prioridade. A CM Lisboa mantém-o terceiro mundista.
.

Porque não nos enganamos de adversário (IV).


Caso BPN: advogados, notários e autarquia alvo de buscas da PJ em operação nacional (Público, 28.10.2010).
.

Nova$ Oportunidade$. Aprender Compensa.

.


João Proença, líder de uma central sindical que convocou uma greve geral contra o impacto das medidas do Orçamento de Estado de 2011, defende... Isso mesmo! A aprovação do Orçamento de Estado.  Aqui.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Negociação falhada.


Conferência de imprensa do socialista Teixeira dos Santos.

Ciclo de conferências.

 

Luta armada e Resistência Republicana – O Reviralho (1926-1940):

Datas: 28 de Outubro a 25 de Novembro de 2010
Local: Lisboa, Livraria Ler Devagar (Lisboa)
Organização: Instituto de História Contemporânea e Movimento Cívico Não Apaguem a Memória.
Coordenação Científica: Luís Farinha.
Uma iniciativa da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

28 de Outubro de 2010, 21h30
A Queda da República e a instauração da Ditadura Militar - Fernando Rosas.
4 de Novembro de 2010, 21h30
Revoltas Republicanas contra a Ditadura Militar e o Estado Novo (1926-1940) - Luís Farinha.
11 de Novembro de 2010, 21h30
A Ditadura Militar: a tomada do poder e os instrumentos de repressão - Irene Pimentel.
18 de Novembro de 2010, 21h30
Exílio e deportação (1926-1940) - Susana Martins.
25 de Novembro de 2010, 21h30
Sindicalismo livre e movimentos sociais na crise do Estado liberal - João Madeira.
.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Está escrito nas estrelas.

MARVILA é, em Lisboa, uma localidade que possui a segunda maior extensão territorial e  uma dimensão populacional (cerca de 40 mil eleitores) superior a várias cidades portuguesas como Espinho, Beja, Évora, Viana do Castelo entre outros.

Marvila terá neste momento um potencial de contribuintes pagadores de impostos ao Estado superior aos concelhos acima referidos e faz parte do lote restrito das três megafreguesias existentes em Lisboa (Olivais, Marvila, Benfica).

No entanto impressionam os vários estudos oficiais que continuam a dar conta de que esta megafreguesia (Marvila) é um case study de pobreza e parcas condições de vida em Lisboa.
Incompreensivel ?

Por quanto tempo mais iremos aceitar nós isto?

Não temos nós a força mental e todo o potencial necessário para nos juntarmos no sentido de INVERTER este tipo de situação e colocarmos Marvila no mapa da nossa cidade?

A nova ponte e o novo hospital ajudam. MAS NÃO CHEGA.

Porque não têm esta megafreguesia direito por ex. a uma praça grande e central, com uma fonte de água iluminada à noite e tudo..? Numa localidade seja ela qual for uma praça faz toda a diferença para a rápida melhoria da sua imagem.

Quarenta mil eleitores sem jardins nem quiosques ou explanadas, é inaceitavel.

Porque não temos um (único e digno desse nome) jardim repleto de belas flores e bancos para os milhares e milhares de idosos que cá vivem se sentarem e confraternizarem entre eles ou com os netos nas horas de lazer como outras freguesias mais pequenas têm? Um museu ou um espaço expositivo? porque não há um em Marvila?Ou uma academia de artes?
Porque continuamos uma ilha circunscrita por 4 grandes pistas viaias e nada mais.
Porque é que o Estado e o municipio não abriram já e de uma vez por todas  a cidade à nossa freguesia? Que especie de elitismo é esse? ão somos muitos e a pagar impostos ao estado e ao Município?

QUEREMOS SER CONSIDERADOS como uma Freguesia aberta e receptiva ao município e aos cidadãos. Uma freguesia de vanguarda e não mais como um dormitório. Queremos ser vistos como uma freguesia nova e evoluida. Uma NOVA MARVILA.

Vamos conseguir!
.

Truque de magia ... negra!


Uma grande família.


Faça clique na imagem para aumentar.

O casamento foi sempre uma forma de coesão da classe dominante portuguesa. No dia em que o livro é lançado em Braga e no Porto, o Esquerda.net publicou a árvore geneológica essencial da grande família dos Donos de Portugal.

A imagem estará por ventura um pouco exacerbada, mas ...

Não tenhamos dúvidas
Marvila Precisa de derrotar o estigma de freguesia dormitório
Marvila precisa de alguma vida nocturna
Marvila precisa de se levantar; de se erguer e de se elevar..

...e irá consegui-lo porque

"O sonho comanda a vida"


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Uma prima-donna na politica.

BIJAN Pakzad. Um iraniano. Vestiu os mais poderosos homens daquela região incluindo o Xá da Pérsia. Mas tinha maiores ambições. Universais. E mudou-se para os Estados Unidos há cerca de trinta e cinco anos. Para onde? Para onde havia dinheiro a rodos. Califórnia. Na zona mais chique, claro. Beverly Hills. E onde, aí? Em Rodeo Drive. Uma rua considerada a mais cara do mundo pela Time.
.
Abriu as portas da sua loja… Não. Dizer assim está errado. Porque o estabelecimento BIJAN, na Rodeo Drive, em Beverly Hills, desde o primeiro dia que não tem as suas portas abertas. Só se pode ser atendido na BIJAN mediante marcação prévia. Caxemiras cozidas à mão, artigos em pele de canguru, cabedais cuja macieza pode apenas ser suplantada pela da pele de um bebé, etc. “Os meus clientes são tão poderosos que merecem ser cuidados em exclusividade mediante marcação". um frasco do perfume para homens, exclusivo da BIJAN, de 200 c.c., pode custar mais de 2.000 euros, um par de peúgas 35 euros e um fato de corte impecável pode custar mais de 35.000 euros. Tudo a fazer da BIJAN, na opinião dos especialistas, a loja de moda mais cara do mundo!
.
Como vimos, trata-se dum estabelecimento que vende essencialmente vaidade – tem o hábito de imprimir no vidro da montra os nomes mais sonantes dos seus clientes Lá estão, por exemplo, Larry King, o famoso locutor da CNN; os actores de cinema Al Pacino e Robert de Niro; Steven Spielberg; o presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan; e o da Rússia Vladimir Putin; o cantor Elton John; e, espanto dos espantos, o Primeiro-Ministro de Portugal José Sócrates.
.
José Sócrates, o primeiro-ministro de Portugal é cliente da BIJAN, a loja mais cara do mundo. Caprichos dum pacóvio.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Financial Times considerou ministro da Finanças português o pior da Europa.

O ministro das Finanças português, Fernando Teixeira dos Santos, é o último de um “ranking” criado pelo “Financial Times”, há três anos, que aprecia o desempenho dos ministros europeus das Finanças e que é liderado pelo congénere finlandês, Jyrki Katainen.

E agolla são 12 !


12 motoristas só para o Gabinete do Primeiro Ministro. Iupiii!

Lançamento d`Os Donos de Portugal.

Autores: Francisco Louçã, Luis Fazenda, Jorge Costa, Fernando Rosas e Cecilia Honório.

"Já vos falei do livro "Os Donos de Portugal - Cem Anos do Poder Económico (1910-2010)". Recentemente, a revista Visão publicou um resumo de um dos capítulos do livro, em que se demonstra detalhadamente como se cruzaram, por aliança, por negócio, por casamento, as principais famílias da burguesia portuguesa. Descobrirá neste resumo como os Champalimaud se cruzaram com os Mello, outros com os Espírito Santo, com os Pinto Basto, D'Orey, Van Zeller - uma autêntica revista Caras do poder económico de um mundo muito pequeno." - Francisco Louçã.

Porque não nos enganamos de adversário (III)

Ponto da situação

Bairros Municipais: Roseta vai fazer vistoria.



A Câmara de Lisboa vai passar a pente fino a partir de Janeiro todos os casos de inquilinos municipais para actualizar informação e aferir se há situações irregulares na ocupação das habitações municipais, anunciou ontem a vereadora Helena Roseta.

Campanha "Banco Alimentar Parlamento".


Os autores do Blog "Aventar" promoveram no passado Sábado, dia 16 de Outubro, em diversas superfícies comerciais, uma recolha de alimentos para entreguar ao deputado socialista Ricardo Rodrigues. Deu quem pôde e quanto lhe foi possível. O cabaz ficou composto e, para quem não tem dinheiro sequer para jantar no restaurante, é muito mais do que tinha.

É bonito quando os que pouco têm partilham com os que ainda menos possuem.
.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Pois...pois


No Orçamento de estado para 2010  na rubrica PUBLICIDADE verifica-se um aumento de  33%. Mas não é tudo: A subconta VESTUÁRIO E ARTIGOS PESSOAIS verifica-se que aumenta 20%. 

Já não há pachorra para este governo.

PEC (IV): Janeiro 2011.


Carta aberta a Miranda Calha.


Os moradores dos Lóios e das Amendoeiras (Marvila), reverteram à pouco tempo um espólio de 1240 casas de uma fundação privada para o Estado.

Alguns moradores decidiram comprar a casa. Alguns moradores não o puderam fazer. Os que não o puderam fazer não aceitam o regime estapafúrdio do Decreto-Lei da Renda Apoiada, cuja aplicação a CM Lisboa suspendeu. Mas falta o IHRU..

E nós perguntamos:

SR. MIRANDA CALHA de que lado da barricada está o Senhor? Inclina-se mais para a posição da CML ou para a do IHRU? Que têm feito V.ª Exa. sobre este assunto? Tem providenciado algo para resolução deste problema, como lhe compete e é da sua responsabilidade? Têm feito avançar o processo?

Estas são questões que o Blocodemarvila lança á consideração de V.ª Exa. e de todos aqueles que são directamente afectados pelo famigerado Decreto-Lei n.º 166/93.
.

Oriental reune com Presidente da CM Lisboa para requalificação do complexo desportivo.



No encontro com a CM Lisboa foram definidas  as delimitações dos espaços que serão efectuadas quando se iniciar a requalificação do complexo desportivo do Oriental em Marvila. Quanto ao início da execução das obras ainda não foi encontrada uma solução.

Piscinas para breve:

O Oriental irá também assinar até ao final do mês um protocolo com a Câmara Municipal de Lisboa para a administração das piscinas do Vale Fundão.
.

domingo, 17 de outubro de 2010

E no entanto, podia ser diferente!



Faça clique sobre a imagem para ampliar.

Adivinhe quem vai pagar esta factura?
.

Eis uma abordagem um bocadinho diferente.

A ilusão:

"Todos os países europeus bateram o recorde das suas taxas de desemprego durante o período mais crítico da crise" (José Sócrates).


A realidade:

Eurostat [dados do desemprego nas últimas duas décadas]. Os dados não incluem os nossos novos recordes de 2010.

Via 31 da Armada.
.

O serviço público da Grande Entrevista


Nas últimas 5 edições, a Grande Entrevista, aquela que deveria ser a entrevista de referência em horário nobre da televisão pública, que deveria reflectir as principais preocupações do país, recebeu dois treinadores de futebol (Queiroz e Bento), um presidente de um clube (Bettencourt) e um ex-colega da RTP condenado a 7 anos por pedofilia (Carlos Cruz). Do ponto de vista do serviço público pior que isto era difícil. Aproveita-se apenas a condenação da RTP pela ERC no branqueamento de Carlos Cruz.

Num período de crise profunda seria bem mais interessante dissecar com responsáveis económicos e políticos o processo BPN e BPP que originou o buraco de 4,5 mil milhões de euros com repercussões nos salários em 2011. Seria mais interessante entrevistar equitativamente quem defende políticas de austeridade (como as que afundaram a Irlanda) e quem defende a linha do nobel Krugman, de estímulo da economia através do investimento público. Ou entrevistar os responsáveis dos partidos ideologicamente ligados ao modelo económico que provocou esta crise: CDS, PSD e este PS. Ou ainda convidar um dos responsáveis da banca nacional que participaram na recente especulação financeira de que fomos alvo. Por exemplo, Fernando Ulrich declarou recentemente que não existia especulação. Seria interessante confrontá-lo com a realidade.

Mas nada disto interessa, está-se já a ver mais servicinho público na próxima semana com o presidente do Benfica, o treinador do Porto, um dirigente da arbitragem ou (anotem bem, porque há lata para tudo) o candidato à presidência da FPF casado com a própria entrevistadora.
.
Rui Curado Silva, Esquerda Republicana.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010



.

Última hora

Orçamento de Estado está neste momento a ser viabilizado por P.Coelho.

AR: Num debate fantasmagórico foi tempo de ter uma "conversinha"


No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Francisco Louçã intervém do Orçamento de Estado e das contradições de Sócrates sobre a eliminação dos benefícios fiscais.

Guess what, you loose again!

O palhaço pobre.

 

quarta-feira, 13 de outubro de 2010



Bloco apresentou hoje a sua proposta de Revisão Constitucional:

.

Se ainda não votaste, vota neste projecto.


Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Lisboa: O Palco Oriental apoia a criação do Centro de Artes Performativas de Marvila. Vote e Reencaminhe, esta mensagem! Transforme com o seu voto este espaço inútil e degradado num centro de artes onde possa ver, aprender e fazer teatro, música, dança, canto, artes plásticas, vídeo e multimédia, cinema, exposições, descontraidamente beber um café na explanada e muitas coisas mais! Entre em: http://www.cm-lisboa.pt/op e vota.

Nota: Esta iniciativa é apartidária!

Poema da Mente.

Há um Primeiro-Ministro que mente,
Mente de corpo e alma, completa/mente.
E mente de modo tão pungente
Que a gente acha que ele, mente sincera/mente,
Mas que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.
E mente tão habitual/mente,
Que acha que, história afora, enquanto mente,
Nos vai enganar eterna/mente.


Conferência "Nato Para quê?"


No próximo fim de semana, a guerra e a NATO estão em debate numa série de conferências que a Cultra organiza no ISCTE, em Lisboa. Consulta o programa completo em www.cultra.pt.  
.

Cortar a torto e a Direito.


«Em 2002, um acórdão do Tribunal Constitucional considerou inconstitucional uma diminuição de salários operada por via do Orçamento do Estado (OE), por violação do princípio da confiança. A norma em causa, relativa ao OE de 1992, foi decidida com dez anos de atraso, por solicitação do procurador-geral da República, Cunha Rodrigues. À falta de jurisprudência sobre uma matéria por definição excepcional, é o acórdão mais relevante para debater a legitimidade do corte salarial que o governo propõe para a Função Pública. Mas será a situação transponível para a actualidade?

A resposta, dizem a uma só voz constitucionalistas ouvidos pelo i, nunca poderá ser linear. "No caso actual, naturalmente se for chamado a pronunciar-se o Tribunal Constitucional irá recordar esse acórdão. Mas pode formar uma decisão diferente, tendo em conta a conjuntura actual", explica Tiago Duarte, professor de direito constitucional.

O acórdão em causa (nº 141/2002) debruçava-se sobre o regime que estabeleceu limites salariais tendo por referência o vencimento do Presidente da República e que acabou por representar um corte para membros de gabinetes de órgãos de soberania, designadamente na Assembleia da República. A decisão foi, portanto, "motivada por razões meramente políticas", recorda Tiago Duarte. Não havia um interesse público previamente invocado que justificasse a diminuição. » [Jornal I].

Mas a lei depende da conjuntura? A invocação do insuspeito "interesse público" pode justificar todo e qualquer corte de salário? Apenas um corte de 20, 40 ... 90%? O princípio do Estado de Direito faz ainda sentido nos dias que correm?
.

Alguém já olhou [seriamente] para a reação dos mercados?


.
"Aqui ficam a evolução dos juros da dívida portuguesa (verde), irlandesa (vermelho) e espanhola (laranja) a 10 anos, nos últimos 3 meses (referência zero). O comportamento de Portugal e da Irlanda é praticamente igual, dia após dia. Desengane-se quem acha que hoje subiu ou desceu porque o Zé ou o Pedro disseram isto ou aquilo. Ou a Irlanda tem um Sócrates e um Passos Coelho a fazer exatamente o mesmo que os nossos, ou as reações de curto prazo dos mercados são independentes do que acontece no país, sendo apenas movimentos especulativos normais".
in Esquerda Republicana.
.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

segunda-feira, 11 de outubro de 2010



O doclisboa 2010 começa a 14 de Outubro e o esquerda.net conversou com Sérgio Tréfaut, director deste festival de cinema documental.
.

Apelo à mobilização de todos os atingidos pela crise.


Apelamos à greve no dia 24 Novembro não só para  quem trabalha mas também aos que se encontram actualmente desempregados, reformados, aos precários e ainda aos que nunca tiveram trabalho e não desistem do nosso país.

Bloco de Esquerda de Marvila.
 Esquerda de Confiança.

Interesses privados, prejuizos públicos.


Este bonito edifício, situado na Av.ª Duque de Loulé (quem  ainda não se lembra dele?), que se encontrava em bom estado de conservação, foi  há  relativamente pouco tempo demolido para dar lugar a este outro:
 

Percebem a estratégia?


10.10.10 - Dia Mundial Contra a Pena de Morte

A pena de morte viola o Direito Internacional (o direito à vida é expressamente consagrado na Declaração dos Direitos do Homem). Representa uma negação dos direitos humanos. É o assassínio premeditado e a sangue frio de um ser humano em prol da justiça humana que é imperfeita. É um castigo bárbaro, cruel e degradante. É um acto de violência irreversível que impossibilita a reabilitação. Representa por isso uma resposta inapropriada e inaceitável ao crime violento.

A sua abolição é um requisito do  Estado de Direito moderno. Morte à pena de morte!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Toda a diferença.


"Em Portugal existe uma empresa de consultoria, que tem somente 4 funcionários, mas regista na conta mercadorias na modica quantia de 3 mil milhões."

" Uma nova recessão em Portugal será um drama horroroso."
Salvo as devidas excepções, eis a imagem de marca da nova bancada do PS na Assembleia de Freguesia de Marvila: Marvila é a 2ª maior freguesia em extensão e a 3ª em número de eleitores na Cidade. É uma (grande) freguesia com problemas de mobilidade. Perante a apresentação da proposta do Bloco de criar um MINIBUS com paragem nos pontos centrais (escolas, centros saúde, Feira Nova, via central de peões, zonas comercias, desportivas e culturais), com intuito de melhorar a mobilidade dos marvilenses em geral e especialmente das crianças em idade escolar e dos mais idosos, o lider de bancada do PS na Assembleia de Freguesia, ainda a discussão mal começara e já anunciava que " obviamente vamos votar contra!" (sic).

Nós perguntamos: Porque é que o PS inviabiliza desta forma propostas positivas para os marvilenses? Será apenas porque são formuladas pelo Bloco? 

A atitude autoritária e autista do PS Marvila é um travão ao progresso desta freguesia, não temos qualquer dúvida sobre isso.
.

Tal como acontece na freguesia vizinha dos Olivais, um minibus da Carris poderia contribuir para melhorar muito a mobilidade dentro da nossa freguesia.